Orientação vocacional

InícioOrientação vocacionalOrientação vocacional
Loading...

A orientação vocacional, tal como a vemos, é um processo com várias etapas e intervenientes. Não há dúvida de que escolher uma área de estudo, um curso ou uma profissão, é um dos momentos importantes na vida de qualquer pessoa. É  frequente termos dúvidas, ou mesmo não fazermos a menor ideia do que escolher.

Porque devemos fazer orientação vocacional.

A principal razão é não sabermos exatamente o que escolher. Mas, para além disso, é natural querermos assegurar-nos de que fazemos a escolha certa!

Também é comum não fazermos ideia do que escolher. Neste caso, precisamos de ajuda para descobrir a nossa paixão.

Outra razão, é não estar satisfeito com as escolhas que fizemos. Ou seja, devemos alterar esta situação.

Enfim, seja qual for a razão, necessitamos de analisar as várias opções e fazer a escolha adequada.

Quando devemos fazer.

Sempre que temos dúvidas. No entanto, para os alunos no 9º ou 12º anos, o ideal é iniciar o processo até abril.

Principalmente quando há grandes indecisões, é importante ter o tempo necessário para analisar, avaliar e decidir. Caso contrário, ao invés de usufruir de um processo tranquilo e esclarecedor, corremos o risco de potenciar as suas dúvidas e incertezas.

Quem deve participar.

A família também pode participar no processo. No caso dos alunos do 9º ano e do secundário, recomendamos essa participação. Contudo, esta é uma decisão pessoal.

Escolher a orientação vocacional

É importante escolher um tipo de orientação vocacional com que nos identifiquemos.

Podemos ler sobre as metodologias ou conversar com quem já fez orientação. Mas, o mais importante é decidirmos com base em informação.

A orientação vocacional NBI®

O nosso objectivo é ajudar a fazer uma escolha motivadora mas, também, objectiva e adequada. Para isso, trabalhamos com método e sensibilidade.

O método whole brain thinking é utilizado no ensino em todo o Mundo. Com ele, os professores, os alunos e os pais conseguem resultados melhores. A ensinar e a aprender, na escolha de uma área de estudo, de um curso ou de uma profissão.

Em conclusão podemos dizer, se melhora os resultados, então promove o bem-estar e uma maior gratificação com o ensino e com o estudo.

Por outro lado, na mudança de carreira, ajuda a olhar o futuro com maior segurança. Não só porque torna as opções mais claras, mas também porque abre novos caminhos, mais motivadores. Para além disso, proporciona a criação de um plano de mudança. E esta é, sem dúvida, uma das ações mais importantes, para a mudança acontecer com maior tranquilidade.